foto user
Acelina
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Fotojornalismo/Vida Dura De Marnoto
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Fotojornalismo/Vida Dura De Marnoto
voltar lista nav-leftnav-right

Vida Dura De Marnoto

fotografias > 

Fotojornalismo

2012-10-25 18:26:53
comentários (71) galardões descrição exif favorita de (33)
descrição
Salina Municipal do Corredor da Cobra
(Armazéns de Lavos - Figueira da Foz)

Durante séculos, a produção de pequenos cristais regulares de sal, isentos de impurezas, era utilizada em grandes quantidades pela frota piscatória local (bacalhau e sardinha). O sal subia o rio Mondego até aos diversos entrepostos que posteriormente o distribuíam pelos confins da Beira, para a conservação das carnes e dos queijos. Este sal saía também da barra e, em brigues e escunas, chegava a pontos tão distantes como o Báltico ou a Nova Inglaterra. A partir da década de 1970, as alterações drásticas no mercado e nos circuitos de comercialização levaram a uma desvalorização progressiva do sal produzido artesanalmente.
Gradualmente, as salinas conheceram um processo de abandono.
Por esta razão e pelo facto de as salinas serem um elemento essencial da paisagem e do imaginário da Figueira da Foz, a Câmara Municipal adquiriu, em 2000, a Salina do Corredor da Cobra, no sentido de permitir à comunidade a fruição de todo este legado cultural.

www.figueiradigital.com
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 1100D
Exposição: 1/400
Abertura: f/11
ISO: 100
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist. Focal: 37 mm
Dist. Focal 35mm: 58.45 mm
Software: PhotoScape

favorita de 33
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular
Vida Dura De Marnoto
Salina Municipal do Corredor da Cobra
(Armazéns de Lavos - Figueira da Foz)

Durante séculos, a produção de pequenos cristais regulares de sal, isentos de impurezas, era utilizada em grandes quantidades pela frota piscatória local (bacalhau e sardinha). O sal subia o rio Mondego até aos diversos entrepostos que posteriormente o distribuíam pelos confins da Beira, para a conservação das carnes e dos queijos. Este sal saía também da barra e, em brigues e escunas, chegava a pontos tão distantes como o Báltico ou a Nova Inglaterra. A partir da década de 1970, as alterações drásticas no mercado e nos circuitos de comercialização levaram a uma desvalorização progressiva do sal produzido artesanalmente.
Gradualmente, as salinas conheceram um processo de abandono.
Por esta razão e pelo facto de as salinas serem um elemento essencial da paisagem e do imaginário da Figueira da Foz, a Câmara Municipal adquiriu, em 2000, a Salina do Corredor da Cobra, no sentido de permitir à comunidade a fruição de todo este legado cultural.

www.figueiradigital.com
comentários
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 1100D
Exposição: 1/400
Abertura: f/11
ISO: 100
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist. Focal: 37 mm
Dist. Focal 35mm: 58.45 mm
Software: PhotoScape


favorita de (33)