foto user
Ana Maria Cortinhas
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/Um pescador de Espinho...  (pf ler)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/Um pescador de Espinho...  (pf ler)
voltar lista nav-leftnav-right

Um pescador de Espinho... (pf ler)

fotografias > 

Gentes e Locais

2021-11-14 08:38:51
comentários (52) galardões descrição exif favorita de (53)
descrição
A vida é rude no mar, e os riscos, esses....não se contam. Todos os dias, os pescadores saem para o mar na incerteza do dia que programaram.
Todos os dias arriscam a vida para nos trazerem para a mesa, o peixe fresquinho que tanto nos delicia degustar. O ganho é pouco para eles, muitas vezes nem chega para o sustento das famílias, mas o apego ao mar é maior do que eles. Às vezes o mar trai-os da mais vil maneira, mas eles continuam na faina até não poderem mais. E as rugas que teimam marcar os seus rostos, são pedaços de histórias, de alegrias, de tristeza e de muito cansaço, mas nem sempre as pessoas lhes dão o valor que eles merecem e eles merecem tanto: são os pescadores!
Aqui, uma homenagem a estes grandes homens num grafiti fabuloso de um velho pescador da pequena grande cidade de Espinho.
ANA (Autora)

“Atravessa esta paisagem o meu sonho de um porto infinito...” uma frase de um grande poema de Fernando Pessoa: Chuva oblíqua.

exif / informação técnica
Máquina: samsung
Modelo: SM-A315G
Exposição: 3170/1000000
Abertura: f/2.0
ISO: 25
Distância Focal: 4600/1000
Software: Windows Photo Editor 10.0.10011.16384
favorita de 53
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão popular
    foto
    popular
Um pescador de Espinho... (pf ler)
A vida é rude no mar, e os riscos, esses....não se contam. Todos os dias, os pescadores saem para o mar na incerteza do dia que programaram.
Todos os dias arriscam a vida para nos trazerem para a mesa, o peixe fresquinho que tanto nos delicia degustar. O ganho é pouco para eles, muitas vezes nem chega para o sustento das famílias, mas o apego ao mar é maior do que eles. Às vezes o mar trai-os da mais vil maneira, mas eles continuam na faina até não poderem mais. E as rugas que teimam marcar os seus rostos, são pedaços de histórias, de alegrias, de tristeza e de muito cansaço, mas nem sempre as pessoas lhes dão o valor que eles merecem e eles merecem tanto: são os pescadores!
Aqui, uma homenagem a estes grandes homens num grafiti fabuloso de um velho pescador da pequena grande cidade de Espinho.
ANA (Autora)

“Atravessa esta paisagem o meu sonho de um porto infinito...” uma frase de um grande poema de Fernando Pessoa: Chuva oblíqua.

comentários
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: samsung
Modelo: SM-A315G
Exposição: 3170/1000000
Abertura: f/2.0
ISO: 25
Distância Focal: 4600/1000
Software: Windows Photo Editor 10.0.10011.16384

favorita de (53)