foto user
SALVATORE SANTAGADA
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Urbana/Torreão do Mercado Público de Pelotas
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Urbana/Torreão do Mercado Público de Pelotas
voltar lista nav-leftnav-right

Torreão do Mercado Público de Pelotas

fotografias > 

Paisagem Urbana

2008-04-11 14:40:57
comentários (7) galardões descrição exif favorita de (3)
descrição
Torreão lateral do Mercado Público da cidade de Pelotas (RS), ao fundo aparece a torre do relógio e o farol de ferro, que fazem uma alusão à Torre Eiffel. Foto: 09.04.2008

Mercado Público
Localização: Praça Sete de Julho
Construção : 1847
Com a aprovação da Construção em 1846, foi elaborado o projeto do Mercado, mas a Câmara Municipal não conseguiu recursos para sua construção. Em 1849, Roberto Offer apresentou à Câmara um outro projeto, considerado de valor exorbitante, mas de boa qualidade. Consistia num prédio quadrado, de pátio central, com acesso pelas esquinas. A construção destinada às lojas, o pátio ao comércio informal e o centro à primitiva torre do relógio, de material, com abóbada e sotéia (mirante).
No período de 1911-1914, o Mercado sofreu uma reformulação profunda em termos de plantas e fachadas, obras dirigidas pelo engenheiro Manoel Itaqui; nesta fase o prédio recebeu, além de mudanças de acessos, a torre do relógio e o farol de ferro, importados de Hamburgo, na Alemanha, fazendo uma alusão à Torre Eiffel, da França. Do farol emergia luz de uma poderosa luminária rotativa, que espargia raios para todos os quadrantes. Vista de longe, identificou a cidade por muitos anos. Contam moradores da Cascata e Três Cerros que, à noite, era possível ver o famoso farol do Mercado.
Na planta anterior os acessos eram apenas pelas esquinas em chanfro coroados por um frontão triangular. Já na planta de 1914 o partido e a volumetria modificaram-se, tornando os acessos centralizados nas fachadas e torreões nas esquinas, com suas circulações internas em cruz, com um arcabouço central apoiado em 74 colunas de ferro, com tesouras ligadas por vigas de ferro abertas em ogivas e com vitrais nas ogivas laterais. O primeiro prédio é de linhas simples apresentando um ritmo de cheios e vazios marcados pelas vergas em arco pleno no vão das portas. No seguinte os torreões recebem na platibanda ornamentos com guirlandas de flores e frutas em relevo, em estilo Art Nouveau. Possui 120 lojas dos mais variados tipos. O relógio e o sino existem até hoje.
Atualmente, continua exercendo a sua função de mercado municipal, abastecendo a cidade com seus diferentes tipos de produtos.
Fonte: http://www.pelotas.com.br
exif / informação técnica
Maquina: SONY
Modelo: DSC-P32
Exposição: 10/10000
Abertura: 56/10
ISO: 100
MeteringMode: 5
Dist.Focal: 50/10

favorita de 3
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
SALVATORE SANTAGADA

SALVATORE SANTAGADA

olhares.com/sybaris
Porto Alegre (Brasil). Foto de Adalberto José dos Santos, meu padrinho no Olhares. 13.01.2008,
Torreão do Mercado Público de Pelotas
Torreão lateral do Mercado Público da cidade de Pelotas (RS), ao fundo aparece a torre do relógio e o farol de ferro, que fazem uma alusão à Torre Eiffel. Foto: 09.04.2008

Mercado Público
Localização: Praça Sete de Julho
Construção : 1847
Com a aprovação da Construção em 1846, foi elaborado o projeto do Mercado, mas a Câmara Municipal não conseguiu recursos para sua construção. Em 1849, Roberto Offer apresentou à Câmara um outro projeto, considerado de valor exorbitante, mas de boa qualidade. Consistia num prédio quadrado, de pátio central, com acesso pelas esquinas. A construção destinada às lojas, o pátio ao comércio informal e o centro à primitiva torre do relógio, de material, com abóbada e sotéia (mirante).
No período de 1911-1914, o Mercado sofreu uma reformulação profunda em termos de plantas e fachadas, obras dirigidas pelo engenheiro Manoel Itaqui; nesta fase o prédio recebeu, além de mudanças de acessos, a torre do relógio e o farol de ferro, importados de Hamburgo, na Alemanha, fazendo uma alusão à Torre Eiffel, da França. Do farol emergia luz de uma poderosa luminária rotativa, que espargia raios para todos os quadrantes. Vista de longe, identificou a cidade por muitos anos. Contam moradores da Cascata e Três Cerros que, à noite, era possível ver o famoso farol do Mercado.
Na planta anterior os acessos eram apenas pelas esquinas em chanfro coroados por um frontão triangular. Já na planta de 1914 o partido e a volumetria modificaram-se, tornando os acessos centralizados nas fachadas e torreões nas esquinas, com suas circulações internas em cruz, com um arcabouço central apoiado em 74 colunas de ferro, com tesouras ligadas por vigas de ferro abertas em ogivas e com vitrais nas ogivas laterais. O primeiro prédio é de linhas simples apresentando um ritmo de cheios e vazios marcados pelas vergas em arco pleno no vão das portas. No seguinte os torreões recebem na platibanda ornamentos com guirlandas de flores e frutas em relevo, em estilo Art Nouveau. Possui 120 lojas dos mais variados tipos. O relógio e o sino existem até hoje.
Atualmente, continua exercendo a sua função de mercado municipal, abastecendo a cidade com seus diferentes tipos de produtos.
Fonte: http://www.pelotas.com.br
comentários
foto autor

SALVATORE SANTAGADA

olhares.com/sybaris
Porto Alegre (Brasil). Foto de Adalberto José dos Santos, meu padrinho no Olhares. 13.01.2008,
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas

SALVATORE SANTAGADA

SALVATORE SANTAGADA

olhares.com/sybaris
Porto Alegre (Brasil). Foto de Adalberto José dos Santos, meu padrinho no Olhares. 13.01.2008,
Maquina: SONY
Modelo: DSC-P32
Exposição: 10/10000
Abertura: 56/10
ISO: 100
MeteringMode: 5
Dist.Focal: 50/10


SALVATORE SANTAGADA

SALVATORE SANTAGADA

olhares.com/sybaris
Porto Alegre (Brasil). Foto de Adalberto José dos Santos, meu padrinho no Olhares. 13.01.2008,
favorita de (3)