foto user
Avelino Afonso
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Urbana/Subindo ao Castelo
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Urbana/Subindo ao Castelo
voltar lista nav-leftnav-right

Subindo ao Castelo

fotografias > 

Paisagem Urbana

2018-07-13 09:26:38
comentários (65) galardões descrição exif favorita de (78)
descrição
Subindo ao Castelo,com muralha restaurada conserva um testemunho bélico de que a cidade foi alvo, possivelmente durante as invasões francesas.
Pelo caminho, atente-se à arquitetura de vários edifícios, na rua Sidónio Pais, no qual se destaca o Banco de Portugal, com uma linguagem eclética do princípio do século XX. Na rua do Pina pode-se observar o solar da família Tavares Pessoa Amorim (com brasão na porta de entrada) e um dos dois solares dos Barões de Castelo Novo, família de “maior nobreza” na cidade. A rua do Relógio adota o nome da torre que dá horas, construída na segunda metade do século XV. Esta rua vai dar à Praça Velha, que tomou o nome de Praça de Camões, nas comemorações em 1880. Nesta praça situam-se as antigas Câmara e Biblioteca Municipal, onde ainda permanecem as armas de D. Manuel, bem como uma lápide escrita em latim com um voto protetor de D. João IV pedido à Imaculada Conceição. Aqui também se encontra o antigo Arquivo Distrital, antigo Palácio Cunha e a antiga Casa do Bispo.
exif / informação técnica
Sem informações de EXIF
favorita de 78
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão popular
    foto
    popular
Subindo ao Castelo
Subindo ao Castelo,com muralha restaurada conserva um testemunho bélico de que a cidade foi alvo, possivelmente durante as invasões francesas.
Pelo caminho, atente-se à arquitetura de vários edifícios, na rua Sidónio Pais, no qual se destaca o Banco de Portugal, com uma linguagem eclética do princípio do século XX. Na rua do Pina pode-se observar o solar da família Tavares Pessoa Amorim (com brasão na porta de entrada) e um dos dois solares dos Barões de Castelo Novo, família de “maior nobreza” na cidade. A rua do Relógio adota o nome da torre que dá horas, construída na segunda metade do século XV. Esta rua vai dar à Praça Velha, que tomou o nome de Praça de Camões, nas comemorações em 1880. Nesta praça situam-se as antigas Câmara e Biblioteca Municipal, onde ainda permanecem as armas de D. Manuel, bem como uma lápide escrita em latim com um voto protetor de D. João IV pedido à Imaculada Conceição. Aqui também se encontra o antigo Arquivo Distrital, antigo Palácio Cunha e a antiga Casa do Bispo.
Tag’s: Arquitectura,Urbano,Subindo,Beira-Baixa,Castelo Branco
comentários
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão popular
    foto
    popular

Sem informações de EXIF

favorita de (78)