foto user
Dolores Marques
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Natural/Somos
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Natural/Somos
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Somos!

Conscientes, mas
verdadeiramente crentes
na dimensão onde se apoiam
alguns lapsos de memória

O verdadeiro emocional
ainda por vir, é um enredo
a contracenar dentro do peito

Ainda que todos os sonhos
sejam fruto de um surto
provocador dos sentidos

Ainda que assim o seja,
sabem onde se deitarão
os corpos

A consciência…exausta
cai como os vários frutos
a nascer ainda na inocência
de uma árvore
que não sabe se irá crescer
no pomar
ou na fertilidade do deserto

Agora que tudo é em verdade
a mentira de um esquecimento,
tudo dança nos pomares vazios
do tempo dos frutos ainda verdes

Agora que nos sabemos
a razão da única verdade
a nascer nos nossos olhos,
teremos por perto a linha
onde se escreveu em tempos
um horizonte

Agora que não mais
arrastaremos atrás do tempo
a iniquidade, a inverdade
e a vaidade por nos julgarmos
em dimensões superiores
quando em baixo abandonamos
os jardins na claridade
das orquídeas

O ontem foi um presságio
um adeus ao tempo que por ali passou
e, porque, o hoje é um novo tempo
os frutos cairão nas mãos
onde se escreveu no passado
um tempo de Páscoa

Porque um novo Evento
sempre nasceu e nos sucedeu
no deserto infindável do tempo
conscientes e verdadeiramente
crentes...somos!

Onix,
exif / informação técnica
Máquina: FUJIFILM
Modelo: FinePix S6500fd
Exposição: 1/320 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/3.8
ISO: 100
Dist.Focal: 25mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape

favorita de 56
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
Somos
Somos!

Conscientes, mas
verdadeiramente crentes
na dimensão onde se apoiam
alguns lapsos de memória

O verdadeiro emocional
ainda por vir, é um enredo
a contracenar dentro do peito

Ainda que todos os sonhos
sejam fruto de um surto
provocador dos sentidos

Ainda que assim o seja,
sabem onde se deitarão
os corpos

A consciência…exausta
cai como os vários frutos
a nascer ainda na inocência
de uma árvore
que não sabe se irá crescer
no pomar
ou na fertilidade do deserto

Agora que tudo é em verdade
a mentira de um esquecimento,
tudo dança nos pomares vazios
do tempo dos frutos ainda verdes

Agora que nos sabemos
a razão da única verdade
a nascer nos nossos olhos,
teremos por perto a linha
onde se escreveu em tempos
um horizonte

Agora que não mais
arrastaremos atrás do tempo
a iniquidade, a inverdade
e a vaidade por nos julgarmos
em dimensões superiores
quando em baixo abandonamos
os jardins na claridade
das orquídeas

O ontem foi um presságio
um adeus ao tempo que por ali passou
e, porque, o hoje é um novo tempo
os frutos cairão nas mãos
onde se escreveu no passado
um tempo de Páscoa

Porque um novo Evento
sempre nasceu e nos sucedeu
no deserto infindável do tempo
conscientes e verdadeiramente
crentes...somos!

Onix,
Tag’s: Somos,mar,eventos
comentários
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas

Máquina: FUJIFILM
Modelo: FinePix S6500fd
Exposição: 1/320 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/3.8
ISO: 100
Dist.Focal: 25mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape


favorita de (56)