foto user
manuel.rodrigues
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Outros/... sente qual a razão.
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Outros/... sente qual a razão.
voltar lista nav-leftnav-right

... sente qual a razão.

fotografias > 

Outros

2019-07-01 01:35:35
comentários (11) galardões descrição exif favorita de (22)
descrição

Som laudatório o bombar delas…
Sinto-me bem, confortável e um relaxado estar. Tão recusado na vida o meu pensamento divaga. Ele quer-me totalmente ausente. Junto-me a ele e partilho a sua intensão.
Que mais pedir?

Novo som revestido de beleza retira o meu olhar do papel, só ele, este mar que me sustenta e alimenta toda a importância, pela pequenez que a vida nos afoga. Não me deixa encontrar causais para isso. Procuro na sua linha pontos a observar, não encontro, passo novo olhar, nada vejo, tudo tão leve e expressivo pela paz que me cede.
Que razão outra posso encontrar?

Defronte a ele deixo atrás de mim o mundo que não conheço, linhas demasiado densas tão agressivas para se confundir o que expõe a mim, defronte. Procuro num selectivo conjugar a liberdade que o mar me dá, partilhar os bons factos como me pergunta para lhe oferecer.

Está ou não está, ouve-me ou ensurdeceu, pelo seu olhar me sente e a causa acontece.
Onde está o amor? - grita ele num bater forte e espumoso.
Nada respondo, pois ele sabe porque pergunta e só uma palavra tudo fala.
Amor, como só a fusão do sentimento ao pensamento se sente qual a razão.

É final de dia, temia a minha ausência neste encontro de amigos, onde as verdades não se falam, simplesmente se sentem.
Levanto-me, faço um último olhar a ele, como um até amanhã. Os pés vão sentindo a areia do meu caminhar.

manuel.rodrigues
23jun2019
exif / informação técnica
Máquina: SONY
Modelo: DSLR-A350
Exposição: 1/125 sec
Exposição (EV+/-): -0.3 step
Abertura: f/8
ISO: 100
Dist.Focal: 55mm
Dist.Focal (35mm): 82 mm
Software: PaintShop Pro 19,00





















favorita de 22
galardões
Esta foto não tem galardões
... sente qual a razão.

Som laudatório o bombar delas…
Sinto-me bem, confortável e um relaxado estar. Tão recusado na vida o meu pensamento divaga. Ele quer-me totalmente ausente. Junto-me a ele e partilho a sua intensão.
Que mais pedir?

Novo som revestido de beleza retira o meu olhar do papel, só ele, este mar que me sustenta e alimenta toda a importância, pela pequenez que a vida nos afoga. Não me deixa encontrar causais para isso. Procuro na sua linha pontos a observar, não encontro, passo novo olhar, nada vejo, tudo tão leve e expressivo pela paz que me cede.
Que razão outra posso encontrar?

Defronte a ele deixo atrás de mim o mundo que não conheço, linhas demasiado densas tão agressivas para se confundir o que expõe a mim, defronte. Procuro num selectivo conjugar a liberdade que o mar me dá, partilhar os bons factos como me pergunta para lhe oferecer.

Está ou não está, ouve-me ou ensurdeceu, pelo seu olhar me sente e a causa acontece.
Onde está o amor? - grita ele num bater forte e espumoso.
Nada respondo, pois ele sabe porque pergunta e só uma palavra tudo fala.
Amor, como só a fusão do sentimento ao pensamento se sente qual a razão.

É final de dia, temia a minha ausência neste encontro de amigos, onde as verdades não se falam, simplesmente se sentem.
Levanto-me, faço um último olhar a ele, como um até amanhã. Os pés vão sentindo a areia do meu caminhar.

manuel.rodrigues
23jun2019
Tag’s: a ilha dos pensamentos
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Máquina: SONY
Modelo: DSLR-A350
Exposição: 1/125 sec
Exposição (EV+/-): -0.3 step
Abertura: f/8
ISO: 100
Dist.Focal: 55mm
Dist.Focal (35mm): 82 mm
Software: PaintShop Pro 19,00