foto user
Ilidio Pires
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Natural/O Pescador de Sonhos...
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Natural/O Pescador de Sonhos...
voltar lista nav-leftnav-right

O Pescador de Sonhos...

fotografias > 

Paisagem Natural

2007-04-19 23:38:18
comentários (16) galardões descrição exif favorita de (6)
descrição
Eu pescador que pesco por um instinto antigo
e procuro não sei se o peixe se o desconhecido
e lanço e recolho a linha e tantas vezes digo
sem o saber o nome proibido.

Eu que de cana em punho escrevo o inesperado
e leio na corrente o poema de Heraclito
ou talvez o segredo irrevelado
que nunca em nenhum livro será escrito.

Eu pescador que tantas vezes faço
a mim mesmo a pergunta de Elsenor
e quais águas que passam sei que passo
sem saber a resposta. Eu pescador.

Ou pecador que junto ao mar me purifico
lançando e recolhendo a linha e olhando alerta
o infinito e o finito e tantas vezes fico
como o último homem na praia deserta.

Eu pescador de cana e de caneta
que busco o peixe o verso o número revelador
e tantas vezes sou o último do planeta
de pé a perguntar. Eu pescador.

Eu pecador que nunca me confesso
senão pescando o que se vê e não se vê
e mais que peixe quero aquele verso
que me responda ao quando ao quem ao quê.

Eu pescador que trago em mim as tábuas
da lua e das marés e o último rumor
de um nome que alguém escreve sobre as águas
e nunca se repete. Eu pescador.

Manuel Alegre, Senhora das Tempestades
exif / informação técnica
Maquina: Canon�
Modelo: Canon EOS 350D DIGITAL�
Exposição: 1/8 sec
Abertura: f 22
ISO: 100
MeteringMode: Multi-Segment
Flash: No Flash
Dist.Focal: 18 mm

Local: Praia de S. Pedro de Moel
Lente: Canon 18-55mm
Acessórios: Tripé, Disparador remoto, Filtro Cokin Gradual Grey 120
Tratamento digital: Levels, USM e Resize.
Nota: Fotografia convertida de formato RAW

Site Pessoal: www.ilidiopires.pt.vu
favorita de 6
galardões
Esta foto não tem galardões
O Pescador de Sonhos...
Eu pescador que pesco por um instinto antigo
e procuro não sei se o peixe se o desconhecido
e lanço e recolho a linha e tantas vezes digo
sem o saber o nome proibido.

Eu que de cana em punho escrevo o inesperado
e leio na corrente o poema de Heraclito
ou talvez o segredo irrevelado
que nunca em nenhum livro será escrito.

Eu pescador que tantas vezes faço
a mim mesmo a pergunta de Elsenor
e quais águas que passam sei que passo
sem saber a resposta. Eu pescador.

Ou pecador que junto ao mar me purifico
lançando e recolhendo a linha e olhando alerta
o infinito e o finito e tantas vezes fico
como o último homem na praia deserta.

Eu pescador de cana e de caneta
que busco o peixe o verso o número revelador
e tantas vezes sou o último do planeta
de pé a perguntar. Eu pescador.

Eu pecador que nunca me confesso
senão pescando o que se vê e não se vê
e mais que peixe quero aquele verso
que me responda ao quando ao quem ao quê.

Eu pescador que trago em mim as tábuas
da lua e das marés e o último rumor
de um nome que alguém escreve sobre as águas
e nunca se repete. Eu pescador.

Manuel Alegre, Senhora das Tempestades
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Maquina: Canon�
Modelo: Canon EOS 350D DIGITAL�
Exposição: 1/8 sec
Abertura: f 22
ISO: 100
MeteringMode: Multi-Segment
Flash: No Flash
Dist.Focal: 18 mm

Local: Praia de S. Pedro de Moel
Lente: Canon 18-55mm
Acessórios: Tripé, Disparador remoto, Filtro Cokin Gradual Grey 120
Tratamento digital: Levels, USM e Resize.
Nota: Fotografia convertida de formato RAW

Site Pessoal: www.ilidiopires.pt.vu

favorita de (6)