foto user
Vera Lucia
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/Nordestino
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/Nordestino
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Minha homenagem a este povo do nordeste brasileiro..um povo sofrido e corajoso..
exif / informação técnica
Maquina: NIKON�
Modelo: COOLPIX S5�
Exposição: 1/120 sec
Abertura: f 5.4
ISO: 200
MeteringMode: Center Weighted Average
Flash: Flash, Auto-Mode
Dist.Focal: 20.8 mm

Súplica Cearence


(Gordurinha e Nelinho)





Oh! Deus, perdoe este pobre coitado
Que de joelhos rezou um bocado
Pedindo pra chuva cair sem parar

Oh! Deus, será que o senhor se zangou
E só por isso o sol se arretirou
Fazendo cair toda chuva que há

Senhor, eu pedi para o sol se esconder um tiquinho
Pedir pra chover, mas chover de mansinho
Pra ver se nascia uma planta no chão

Meu Deus, se eu não rezei direito o Senhor me perdoe,
Eu acho que a culpa foi
Desse pobre que nem sabe fazer oração

Meu Deus, perdoe eu encher os meus olhos de água
E ter-lhe pedido cheinho de mágoa
Pro sol inclemente se arretirar

Desculpe eu pedir a toda hora pra chegar o inverno
Desculpe eu pedir para acabar com o inferno
Que sempre queimou o meu Ceará





favorita de 0
galardões
Esta foto não tem galardões
Nordestino
Minha homenagem a este povo do nordeste brasileiro..um povo sofrido e corajoso..
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Maquina: NIKON�
Modelo: COOLPIX S5�
Exposição: 1/120 sec
Abertura: f 5.4
ISO: 200
MeteringMode: Center Weighted Average
Flash: Flash, Auto-Mode
Dist.Focal: 20.8 mm

Súplica Cearence


(Gordurinha e Nelinho)





Oh! Deus, perdoe este pobre coitado
Que de joelhos rezou um bocado
Pedindo pra chuva cair sem parar

Oh! Deus, será que o senhor se zangou
E só por isso o sol se arretirou
Fazendo cair toda chuva que há

Senhor, eu pedi para o sol se esconder um tiquinho
Pedir pra chover, mas chover de mansinho
Pra ver se nascia uma planta no chão

Meu Deus, se eu não rezei direito o Senhor me perdoe,
Eu acho que a culpa foi
Desse pobre que nem sabe fazer oração

Meu Deus, perdoe eu encher os meus olhos de água
E ter-lhe pedido cheinho de mágoa
Pro sol inclemente se arretirar

Desculpe eu pedir a toda hora pra chegar o inverno
Desculpe eu pedir para acabar com o inferno
Que sempre queimou o meu Ceará






favorita de (0)