foto user
Nuns Reis
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Outros/mundos paralelos
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Outros/mundos paralelos
voltar lista nav-leftnav-right

mundos paralelos

fotografias > 

Outros

2006-02-21 18:53:44
comentários (20) galardões descrição exif favorita de (4)
descrição
lisboa

fevereiro 2006

Os dias sucedem-se como os ponteiros daquele relógio pendurado na parede. Tic-toc, tic-toc, tic-toc… Que som mais irritante. O tempo passa, a vida foge como areia nas minhas mãos e eu que mais faço do que olhar para o vão de uma porta que se abriu num instante qualquer, e que jamais eu vi fechar-se seguida de um corpo que me abraçaria momentos depois, no aconchego do seus braços. Morri para o mundo. Virei estátua de pedra, zumbi que anda estupidamente aos trambolhões pelas ruas escuras de um filme qualquer em exibição.
Fito cada instante na esperança de a claridade do Sol denunciar por detrás da porta a sombra da tua presença. Ai como eu te espero todos os dias deste lado de dentro. Qual menina de castigo por ter feito uma asneira qualquer que os adultos não souberam compreender. Eu estou aqui, enclausurada como uma bela adormecida numa torre distante de um reino qualquer, mas não espero o príncipe que me venha salvar e tirar deste claustro de quatro paredes. Eu espero atenta a cada segundo que passa, pelo som do teu paço incerto, coberto de um medo de quando abrires essa porta não poderes ver mais esta Cinderela, gata borralheira, escrava do tempo e da vontade do seu próprio coração. Não te espero meu cavaleiro. Simplesmente me deixo levar pelos ponteiros estúpidos, pendurados na parede… Até que o coração se cale de repetir «Ele há-de voltar… Sê paciente», porque a paciência é um dom dos deuses e eu nem uma simples princesa sou, quanto mais um ser imortal e perfeito.
Respiro a cada momento a ausência da tua chegada e sinto que me intoxicas com a tua demora… Pode ser que quando chegares eu já esteja morta.
Será esta a minha história de Amor?


Vítor Coutinho
exif / informação técnica
Maquina: KYOCERA�
Modelo: Finecam-L3v �
Exposição: 1/60 sec
Abertura: f 2.8
ISO: 17301604
MeteringMode: Unknown: 45940741
Flash: Unknown: 25100304
Dist.Focal: 5.8 mm

favorita de 4
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
mundos paralelos
lisboa

fevereiro 2006

Os dias sucedem-se como os ponteiros daquele relógio pendurado na parede. Tic-toc, tic-toc, tic-toc… Que som mais irritante. O tempo passa, a vida foge como areia nas minhas mãos e eu que mais faço do que olhar para o vão de uma porta que se abriu num instante qualquer, e que jamais eu vi fechar-se seguida de um corpo que me abraçaria momentos depois, no aconchego do seus braços. Morri para o mundo. Virei estátua de pedra, zumbi que anda estupidamente aos trambolhões pelas ruas escuras de um filme qualquer em exibição.
Fito cada instante na esperança de a claridade do Sol denunciar por detrás da porta a sombra da tua presença. Ai como eu te espero todos os dias deste lado de dentro. Qual menina de castigo por ter feito uma asneira qualquer que os adultos não souberam compreender. Eu estou aqui, enclausurada como uma bela adormecida numa torre distante de um reino qualquer, mas não espero o príncipe que me venha salvar e tirar deste claustro de quatro paredes. Eu espero atenta a cada segundo que passa, pelo som do teu paço incerto, coberto de um medo de quando abrires essa porta não poderes ver mais esta Cinderela, gata borralheira, escrava do tempo e da vontade do seu próprio coração. Não te espero meu cavaleiro. Simplesmente me deixo levar pelos ponteiros estúpidos, pendurados na parede… Até que o coração se cale de repetir «Ele há-de voltar… Sê paciente», porque a paciência é um dom dos deuses e eu nem uma simples princesa sou, quanto mais um ser imortal e perfeito.
Respiro a cada momento a ausência da tua chegada e sinto que me intoxicas com a tua demora… Pode ser que quando chegares eu já esteja morta.
Será esta a minha história de Amor?


Vítor Coutinho
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Maquina: KYOCERA�
Modelo: Finecam-L3v �
Exposição: 1/60 sec
Abertura: f 2.8
ISO: 17301604
MeteringMode: Unknown: 45940741
Flash: Unknown: 25100304
Dist.Focal: 5.8 mm


favorita de (4)