foto user
Thais Oliveira
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Outros/Minhas Raízes são maiores que minhas Asas
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Outros/Minhas Raízes são maiores que minhas Asas
voltar lista nav-leftnav-right

Minhas Raízes são maiores que minhas Asas

fotografias > 

Outros

2020-05-22 13:16:35
comentários (38) galardões descrição exif favorita de (59)
descrição
Quem de vocês podem afirmar, como eu, ao ver uma escultura, que conheceu o homenageado pessoalmente? Da lembrança de seus olhos azuis cristalinos? De querer aventurar-se pelo rio e mar por vê-lo diariamente em sua canoa?

Paulo "Pica-Pau" Leandro de Lima (1915 - 2001) tinha pequenas casas que alugava mensalmente. Quando mudei para cá, aos quatro anos, moramos numa delas.

Em minha cidade há uma valorização e sentimento de pertença forte, os quais impulsionam escultores, artistas plásticos e poetas a registrarem através da arte o orgulho de ser caiçara... De ser Itanhaense.
Tudo isto me influenciou muito, desde sempre. Nunca tive muita necessidade de sair da cidade para ser feliz, sentir-se completa ou realizada.
Apenas saio para estudar e visitar museus. Minhas idas a São Paulo, a grande metrópole brasileira são sempre temperadas por uma imensa saudade daqui. Nunca fiquei mais do que 3 dias longe de minha cidade...

Minhas raízes são mais fortes que minhas asas... Claro que nem todos aqui são assim... Mas este tem sido meu modo de ser.

O fotógrafo é um filtro cultural, estando consciente deste fato ou não.


exif / informação técnica
Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D3100
Exposição: 1/100 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/20
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm): 27 mm
Software: Photopea Editor (www.photopea.com)

favorita de 59
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
Minhas Raízes são maiores que minhas Asas
Quem de vocês podem afirmar, como eu, ao ver uma escultura, que conheceu o homenageado pessoalmente? Da lembrança de seus olhos azuis cristalinos? De querer aventurar-se pelo rio e mar por vê-lo diariamente em sua canoa?

Paulo "Pica-Pau" Leandro de Lima (1915 - 2001) tinha pequenas casas que alugava mensalmente. Quando mudei para cá, aos quatro anos, moramos numa delas.

Em minha cidade há uma valorização e sentimento de pertença forte, os quais impulsionam escultores, artistas plásticos e poetas a registrarem através da arte o orgulho de ser caiçara... De ser Itanhaense.
Tudo isto me influenciou muito, desde sempre. Nunca tive muita necessidade de sair da cidade para ser feliz, sentir-se completa ou realizada.
Apenas saio para estudar e visitar museus. Minhas idas a São Paulo, a grande metrópole brasileira são sempre temperadas por uma imensa saudade daqui. Nunca fiquei mais do que 3 dias longe de minha cidade...

Minhas raízes são mais fortes que minhas asas... Claro que nem todos aqui são assim... Mas este tem sido meu modo de ser.

O fotógrafo é um filtro cultural, estando consciente deste fato ou não.


Tag’s: Itanhaém,escultura,Vivência,Memória
comentários
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas

Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D3100
Exposição: 1/100 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/20
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm): 27 mm
Software: Photopea Editor (www.photopea.com)


favorita de (59)