foto user
Marina Aguiar
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/Kolam
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/Kolam
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
No Templo de Kaleshvara (o maior de Chennai, na Índia) sentada no chão, uma mulher efectuou um desenho geométrico (Kolam) utilizando um pó branco extraído do arroz. Ao seu lado encontravam-se alimentos e incenso para ofertar aos deuses.
..............................
O Kolam é uma forma artística de decoração de pátios e de salas pooja (oração) realizada no sul da Índia, que constitui uma tradição transmitida de geração em geração. É uma espécie de oração pintada, realizada por mulheres e raparigas utilizando farinha de arroz (pode-se também usar arenito ou calcário em pó).
Geralmente as mulheres desenham uma linha com os dedos usando pontos pré-determinados, linha essa que se assemelha a uma teia geométrica. Os pontos vão sendo circundados e as autoras orgulham-se de não levantar a mão até acabarem o desenho no qual não podem deixar nenhuma linha aberta, para que os espíritos maus não entrem. (Nenhum padrão pode ser repetido no espaço de um mês e enquanto desenham as mulheres devem estar sentadas no chão).
...............................
Outra tradição curiosa que descobri, foi que as mulheres casadas em vez de usarem aliança no dedo anelar da mão esquerda, usam-na sim num dos dedos dos pés (como nesta foto).
exif / informação técnica
Máquina: SONY
Modelo: DSC-H3
Exposição: 10/500
Abertura: f/4
ISO: 800
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist.Focal: 13.7 mm

favorita de 10
galardões
Esta foto não tem galardões
Kolam
No Templo de Kaleshvara (o maior de Chennai, na Índia) sentada no chão, uma mulher efectuou um desenho geométrico (Kolam) utilizando um pó branco extraído do arroz. Ao seu lado encontravam-se alimentos e incenso para ofertar aos deuses.
..............................
O Kolam é uma forma artística de decoração de pátios e de salas pooja (oração) realizada no sul da Índia, que constitui uma tradição transmitida de geração em geração. É uma espécie de oração pintada, realizada por mulheres e raparigas utilizando farinha de arroz (pode-se também usar arenito ou calcário em pó).
Geralmente as mulheres desenham uma linha com os dedos usando pontos pré-determinados, linha essa que se assemelha a uma teia geométrica. Os pontos vão sendo circundados e as autoras orgulham-se de não levantar a mão até acabarem o desenho no qual não podem deixar nenhuma linha aberta, para que os espíritos maus não entrem. (Nenhum padrão pode ser repetido no espaço de um mês e enquanto desenham as mulheres devem estar sentadas no chão).
...............................
Outra tradição curiosa que descobri, foi que as mulheres casadas em vez de usarem aliança no dedo anelar da mão esquerda, usam-na sim num dos dedos dos pés (como nesta foto).
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Máquina: SONY
Modelo: DSC-H3
Exposição: 10/500
Abertura: f/4
ISO: 800
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist.Focal: 13.7 mm


favorita de (10)