foto user
André Farinha
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Natural/Immortal Treasure
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Natural/Immortal Treasure
voltar lista nav-leftnav-right

Immortal Treasure

fotografias > 

Paisagem Natural

2019-02-13 12:57:10
Ver no mapa
comentários (30) galardões descrição exif favorita de (42)
descrição
E que grande dia este!

Foi na nossa PhotoTrip à ilha das Flores que no segundo dia mandei a ideia para o ar de subir-mos a ribeira até alcançar-mos a cascata.

De inicio todos me chamaram de doido e que era uma caminhada demasiado longa e árdua.
Horas depois voltei a dizer, " bora lá malta, aquilo não demora mais que 20min... o que tínhamos a perder?!" ao qual eles ficaram um pouco relutantes e que acabaram por responder "tu és doido... 20 minutos.. no mínimo 1h a 1h30..."

bom... vi que naquele dia a coisa estava difícil de convencer e deixei a ideia morrer.

2 dias depois voltámos àquela localização e mandei a bojarda para o ar " pessoal... hoje está um belo dia para subirmos a ribeira até chegarmos à cascata...não?!" voltaram a refutar com o tempo de caminhada e a dificuldade que seria...

não desisti, queria mesmo alcançar aquela zona porque não sabíamos o que nos haveria de aguardar e os cenários que por lá habituam e fiz o meu ultimato "então mas vocês querem fotografar as mesmas coisas de sempre?! já alguma vez viram aquela cascata fotografada de um ângulo tão baixo e de tão perto? eu cá não, por isso deveríamos arriscar e ir lá acima, se não der em nada ao menos tentámos e fomos onde poucos certamente foram”.?Dito isto meti-os todos a reflectir sobre o assunto.... nem 30 minutos depois já estávamos no ponto de partida para alcançar o desconhecido. *YUUUHUUUUU*

Aí fomos nós, mochila às costas, tripés na mão e apostas em "cima da mesa" do tempo que iríamos demorar a lá chegar!?(eheheh esta malta ainda nem tinha começado e já me estavam a escavar um buraco)

Nem 10 minutos tínhamos andado e já tínhamos perdido o rasto do trilho ( começou bem xD ), resolvemos então ir saltando de rocha em rocha evitando o toque com a água corrente.
30 minutos passaram e cascata nem vê-la (a minha aposta) , continuámos mais 30 minutos e apesar de estarmos mais perto ainda não conseguimos vislumbra-la( lá foi a cascata do Délio) , mais ou menos por esse tempo de caminhada cai um de nós ao apoiar-se numa rocha que estava meio solta, esbardalha-se todo e levanta-se logo de seguida, nós muito assustados olhámos para ele e ele responde "calma malta, eu pratiquei artes marciais... eu sei cair" todos sorrimos e compactuámos com o humor dele, sem mazelas continuámos e nem 5 minutos depois lá estava eu a escorregar e a meter água até ao joelho.
Tudo isto só poderia indicar que estávamos mais perto do nosso tesouro, pelo menos nos filmes do Indiana Jones as coisas começam sempre a complicar-se quando ele está mais perto dos tesouros proibidos.
E assim foi, 15 minutos depois olho em redor e vejo a cascata, mas não foi isso que me vez regalar os olhos, o que me vez levantar a cabeça e olhar em redor foi ver aquela malta toda aos berros de felicidade enquanto "miravam" a cascata, estavam loucos eles!! nem queria acreditar que à uns minutos atrás estavam todos cabisbaixos, quase a desistir, sem forças e fartos de andar... todos esses sentimentos foram à vida!?Podia apostar que se sentiram vivos ali naquele instante, via vida a sair-lhes dos olhos, sentiram que foram transportador para cenários Islandeses, era um sonho para todos nós e um objectivo realizado!

Para mim, mais importante que a fotografia é a partilha destes momentos de loucura, entre-ajuda e entre amigos!
Não me sinto um herói por os ter levado "lá acima", eles sim foram verdadeiros heróis porque atravessaram barreiras que julgavam ser os seus limites, eu apenas me limitei a meter-lhes uma ideia na cabeça.

Este foi sem dúvida o ponto mais alto da nossa viagem à ilha das Flores.
Devo de dizer que eu era o mais novo, os outros iam desde os 33 aos 48 anos de idade!
Orgulho neste enorme grupo de fotógrafos aventureiros!!
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 5D Mark IV
Exposição: 1/250 sec
Exposição (EV+/-): -0.7 step
Abertura: f/2.8
ISO: 50
Dist.Focal: 46mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop CC 2017 (Macintosh)

favorita de 42
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
André Farinha

André Farinha

olhares.com/AndreFarinha
Lisboa / Vila de Rei, Castelo Branco,Portugal
Immortal Treasure
E que grande dia este!

Foi na nossa PhotoTrip à ilha das Flores que no segundo dia mandei a ideia para o ar de subir-mos a ribeira até alcançar-mos a cascata.

De inicio todos me chamaram de doido e que era uma caminhada demasiado longa e árdua.
Horas depois voltei a dizer, " bora lá malta, aquilo não demora mais que 20min... o que tínhamos a perder?!" ao qual eles ficaram um pouco relutantes e que acabaram por responder "tu és doido... 20 minutos.. no mínimo 1h a 1h30..."

bom... vi que naquele dia a coisa estava difícil de convencer e deixei a ideia morrer.

2 dias depois voltámos àquela localização e mandei a bojarda para o ar " pessoal... hoje está um belo dia para subirmos a ribeira até chegarmos à cascata...não?!" voltaram a refutar com o tempo de caminhada e a dificuldade que seria...

não desisti, queria mesmo alcançar aquela zona porque não sabíamos o que nos haveria de aguardar e os cenários que por lá habituam e fiz o meu ultimato "então mas vocês querem fotografar as mesmas coisas de sempre?! já alguma vez viram aquela cascata fotografada de um ângulo tão baixo e de tão perto? eu cá não, por isso deveríamos arriscar e ir lá acima, se não der em nada ao menos tentámos e fomos onde poucos certamente foram”.?Dito isto meti-os todos a reflectir sobre o assunto.... nem 30 minutos depois já estávamos no ponto de partida para alcançar o desconhecido. *YUUUHUUUUU*

Aí fomos nós, mochila às costas, tripés na mão e apostas em "cima da mesa" do tempo que iríamos demorar a lá chegar!?(eheheh esta malta ainda nem tinha começado e já me estavam a escavar um buraco)

Nem 10 minutos tínhamos andado e já tínhamos perdido o rasto do trilho ( começou bem xD ), resolvemos então ir saltando de rocha em rocha evitando o toque com a água corrente.
30 minutos passaram e cascata nem vê-la (a minha aposta) , continuámos mais 30 minutos e apesar de estarmos mais perto ainda não conseguimos vislumbra-la( lá foi a cascata do Délio) , mais ou menos por esse tempo de caminhada cai um de nós ao apoiar-se numa rocha que estava meio solta, esbardalha-se todo e levanta-se logo de seguida, nós muito assustados olhámos para ele e ele responde "calma malta, eu pratiquei artes marciais... eu sei cair" todos sorrimos e compactuámos com o humor dele, sem mazelas continuámos e nem 5 minutos depois lá estava eu a escorregar e a meter água até ao joelho.
Tudo isto só poderia indicar que estávamos mais perto do nosso tesouro, pelo menos nos filmes do Indiana Jones as coisas começam sempre a complicar-se quando ele está mais perto dos tesouros proibidos.
E assim foi, 15 minutos depois olho em redor e vejo a cascata, mas não foi isso que me vez regalar os olhos, o que me vez levantar a cabeça e olhar em redor foi ver aquela malta toda aos berros de felicidade enquanto "miravam" a cascata, estavam loucos eles!! nem queria acreditar que à uns minutos atrás estavam todos cabisbaixos, quase a desistir, sem forças e fartos de andar... todos esses sentimentos foram à vida!?Podia apostar que se sentiram vivos ali naquele instante, via vida a sair-lhes dos olhos, sentiram que foram transportador para cenários Islandeses, era um sonho para todos nós e um objectivo realizado!

Para mim, mais importante que a fotografia é a partilha destes momentos de loucura, entre-ajuda e entre amigos!
Não me sinto um herói por os ter levado "lá acima", eles sim foram verdadeiros heróis porque atravessaram barreiras que julgavam ser os seus limites, eu apenas me limitei a meter-lhes uma ideia na cabeça.

Este foi sem dúvida o ponto mais alto da nossa viagem à ilha das Flores.
Devo de dizer que eu era o mais novo, os outros iam desde os 33 aos 48 anos de idade!
Orgulho neste enorme grupo de fotógrafos aventureiros!!
Tag’s: açores,portugal,europa,sonho,cascata,dinamica,grandeza,verde,inverno,sol,luz,nuvens,montanhas,ilha,altura,sombras,água,queda de água,corrente,ribeira
comentários
foto autor

André Farinha

olhares.com/AndreFarinha
Lisboa / Vila de Rei, Castelo Branco,Portugal
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

André Farinha

André Farinha

olhares.com/AndreFarinha
Lisboa / Vila de Rei, Castelo Branco,Portugal
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 5D Mark IV
Exposição: 1/250 sec
Exposição (EV+/-): -0.7 step
Abertura: f/2.8
ISO: 50
Dist.Focal: 46mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop CC 2017 (Macintosh)


André Farinha

André Farinha

olhares.com/AndreFarinha
Lisboa / Vila de Rei, Castelo Branco,Portugal
favorita de (42)