foto user
Adriana Alves Brier
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
História/Farol da Barra
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
História/Farol da Barra
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Salvador-Bahia-Brasil
A primeira fortificação existente no local foi construída entre 1583 e 1587. Reconstruída logo em seguida, entre 1591 e 1602 em forma octogonal, a fortificação não resistiu ao desembarque dos holandeses no Porto. Entre 1696 e 1702, o Engenheiro João Coutinho dá ao forte a forma atual.


O Forte hoje possui forma de decágono, com seus ângulos salientes e quatro ventrantes, à barbete, tendo no centro do terrapleno farol luminoso de seção cilíndrica. Seu desenho, como de outras fortificações da Marinha é do tipo italiana. Sua verdadeira função era a de dificultar a entrada na barra e impedir mediante fogo cruzado com o forte de Mont Serrat o desembarque no porto. O acesso ao terrapleno se faz por um túnel em rampa, que termina em escadaria. Flanqueando a entrada existem dois salões recobertos por abóbodas que serviam de quartéis da guarnição e cadeia. A casa de comando, alteração do séc. XIX, apresenta janelas com lenço de pedra sob as guarnições.
exif / informação técnica
Maquina: Canon
Modelo: Canon EOS 40D
Exposição: 1/8
Abertura: 4/1
ISO: 640
MeteringMode: 5
Flash: 16
Dist.Focal: 41/1

favorita de 4
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
Farol da Barra
Salvador-Bahia-Brasil
A primeira fortificação existente no local foi construída entre 1583 e 1587. Reconstruída logo em seguida, entre 1591 e 1602 em forma octogonal, a fortificação não resistiu ao desembarque dos holandeses no Porto. Entre 1696 e 1702, o Engenheiro João Coutinho dá ao forte a forma atual.


O Forte hoje possui forma de decágono, com seus ângulos salientes e quatro ventrantes, à barbete, tendo no centro do terrapleno farol luminoso de seção cilíndrica. Seu desenho, como de outras fortificações da Marinha é do tipo italiana. Sua verdadeira função era a de dificultar a entrada na barra e impedir mediante fogo cruzado com o forte de Mont Serrat o desembarque no porto. O acesso ao terrapleno se faz por um túnel em rampa, que termina em escadaria. Flanqueando a entrada existem dois salões recobertos por abóbodas que serviam de quartéis da guarnição e cadeia. A casa de comando, alteração do séc. XIX, apresenta janelas com lenço de pedra sob as guarnições.
comentários
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas

Maquina: Canon
Modelo: Canon EOS 40D
Exposição: 1/8
Abertura: 4/1
ISO: 640
MeteringMode: 5
Flash: 16
Dist.Focal: 41/1