foto user
Paulo S.
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Urbana/ECLIPSE SE
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Urbana/ECLIPSE SE
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Com respeito ao respeito

Nenhum resultado definitivo

Equações geniais eclipsadas pelo génio

O mesmo que cria destrói

Obra acabada não se renova

Esgotam-se entusiasmos nas torres altas

Fálicas construções a arranhar os céus

Sobra o desejo consumado de ficar mais alto

Longe de olhos vermelhos que interrogam

Danças com elevado ritmo

No extremo da lança

Possuído

Genuína condição de abandono

Colhes o fruto

Pela raiz ou pelo tronco

Nunca escolhido um preceito que te dignifique

Esventras dramas e loucuras de um só golpe

Corte direito e incisivo

Não te prendes a roubar significados

Afirmas o que não queres

Assim te descobres

A nadar com água pelos cabelos

Arrepio

Que também é vertigem nos dias ímpares

Mas nunca nada semelhante ao que deveria ser

Gerar semelhanças

Esse nobre dever

Requebra com gosto

Ou fica parado

Em extática agitação

Insólito e controverso

Ao encontro de ti próprio

Género de catarse mundana

Incomparável com outras fábulas

Tudo pesado e somado

Enquanto arrastado pelo asfalto

Questões que se levantam como areia do deserto

Humor sublimado e transpirante

Em dias pares outros saberes

Nada se apresenta ao acaso sem anúncio prévio

PS


exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon PowerShot SX540 HS
Exposição: 1/50
Abertura: f/4.5
ISO: 200
Distância Focal: 10281/1000
Software: PhotoScape
favorita de 9
galardões
Esta foto não tem galardões
ECLIPSE SE
Com respeito ao respeito

Nenhum resultado definitivo

Equações geniais eclipsadas pelo génio

O mesmo que cria destrói

Obra acabada não se renova

Esgotam-se entusiasmos nas torres altas

Fálicas construções a arranhar os céus

Sobra o desejo consumado de ficar mais alto

Longe de olhos vermelhos que interrogam

Danças com elevado ritmo

No extremo da lança

Possuído

Genuína condição de abandono

Colhes o fruto

Pela raiz ou pelo tronco

Nunca escolhido um preceito que te dignifique

Esventras dramas e loucuras de um só golpe

Corte direito e incisivo

Não te prendes a roubar significados

Afirmas o que não queres

Assim te descobres

A nadar com água pelos cabelos

Arrepio

Que também é vertigem nos dias ímpares

Mas nunca nada semelhante ao que deveria ser

Gerar semelhanças

Esse nobre dever

Requebra com gosto

Ou fica parado

Em extática agitação

Insólito e controverso

Ao encontro de ti próprio

Género de catarse mundana

Incomparável com outras fábulas

Tudo pesado e somado

Enquanto arrastado pelo asfalto

Questões que se levantam como areia do deserto

Humor sublimado e transpirante

Em dias pares outros saberes

Nada se apresenta ao acaso sem anúncio prévio

PS


Tag’s: VIDA
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Máquina: Canon
Modelo: Canon PowerShot SX540 HS
Exposição: 1/50
Abertura: f/4.5
ISO: 200
Distância Focal: 10281/1000
Software: PhotoScape

favorita de (9)